Acerca de mim

Grupo 40 - Palmela . Escoteiros de Portugal

31.1.10

Vindimas 09


Em moldes semelhantes aos dos anos anteriores, o Grupo 40 fez-se mostrar à população através da sua bastante conhecida “Tasca do Mirim” e sua maravilhas, deliciosas e apetitosas compotas.
Este ano foi sem dúvida de muita saída para as nossas compotas que já começam a ser procuradas por quem já as conhece e não consegue passar sem elas.





Obrigada à D. Manuela Costa que tanto tempo que dispensou à frente do lume, pelo gás despendido na confecção das compotas e pela receita que é tão boa. Obrigado ainda a quem nos ofereceu a fruta para a realização das mesmas, aos pais da Anabela, à Lurdes e a quem nos esquecemos..... hihihi.....
Obrigado à loja do Trelim pelo apoio concedido na compra dos frascos para a compota, e à Comissão das Festas das Vindimas pelo espaço cedido.


Belver... Acampamento de Verão




Baseado na mística da B.D. do Asterix e Obelix (romanos vs gauleses), as tribos Escoteira e Exploradora lançaram-se pelo desconhecido e rumaram até Belver, a vila à beira rio perdida no nosso pequeno Portugal, para um espectacular acampamento de Verão durante 3 dias.
Devido ao calor intenso que se fazia sentir (eram, sem dúvida, os dias mais quentes do ano) a maior parte das actividades foram realizadas na água.



Dani no Monte Sinai...

A construção de jangadas através de material reciclado foi sem dúvida o maior desafio!... E para quem pensava que uns simples garrafões de água com pauzinhos não iam aguentar com dois ou mais matulões, estavam bem enganados!

Depois de ver a bela jangada construída pela chefia entrar na água a flutuar que “nem ginjas”, não houve quem parasse aquelas alminhas que, querendo fazer melhor, lançaram mãos à obra! O resto da tarde foi de inteira diversão com jogos dentro de água.






O Rei...









O belo luar dessa noite foi “perfeito” para realizar o jogo nocturno, vindo mesmo a calhar para o Tiaguinho Daniel e a dirigente Regina, que não precisaram começar o jogo junto do petromax (ou na “cadeia”...)

A noite adivinhava-se curta para pormos o soninho em dia, ou não fosse levantarmo-nos às 5h da manhã para dar início ao jogo de vila. Com olhos meio abertos, meio fechados, lá foram os escoteiros caminhar até Belver. O jogo tornou-se um pouco mais longo para alguns que se perderam no meio das silvas, e mais desesperante para os que pensavam que estavam (mas não estavam) perdidos. Os telemóveis nestas alturas não são os melhores amigos e passaram a ser proibidos para evitar alguns dissabores. Apesar do jogo ter terminado umas valentes horas depois do previsto, os escoteiros tiveram a oportunidade de visitar o Castelo de Belver, passar o rio de canoa, entre outros....







No final da tarde todos se puderam refrescar na praia fluvial e fazer um tratamento de pele com a argila das margens.... hihihihihi...



Os Reis II...


A noite foi de muita animação com o Fogo de Conselho, onde apareceu o Asterix e Obelix...





No último dia ainda tiveram a oportunidade de andar de canoa antes do grande momento do Gonçalo Santos. Apesar de ter demorado uns valentes anos (basicamente desde que saiu da Alcateia), finalmente o Gonçalo fez o Compromisso de Honra.... Parabéns, miúdo!
Tanto a ida como a volta para acampamento de Verão foram feitas no belo comboio da CP, deixando-nos à “porta” da Vila de Belver.




Queremos agradecer à Junta de Freguesia de Palmela pelo transporte das canoas de grupo e do restante material utilizado no acampamento e à C.M. de Gavião pela cedência do espaço no parque de campismo utilizado para a nossa estadia. Obrigado à CP pelo apoio fornecido no preço dos bilhetes.


Aniversário 206... e um até já ao Zé Miguel e Brito...


Foi com um enorme privilégio que as dirigentes Regina Marques, Cláudia Costa e Anabela Rito foram ao aniversário do grupo 206 e à despedida dos dirigentes Zé Miguel e José Brito do grupo para a FAEP.




E foi com muita emoção que vimos concluída mais uma etapa do nosso querido e saudoso chefe fundador do nosso grupo. Foram muitos anos, muitas recordações, bons momentos que partilhamos e que nos trazem muita saudade.




30.1.10

Festa de S. Pedro 09


Mega festão... cada ano está melhor... e maior!... mais pessoas... mais folia... mais emoção!...

Foi na Travessa das Oliveiras que realizámos mais uma Festa de S. Pedro com bastante sucesso. A travessa estava a rebentar pelas “costuras”, sem espaço para mais mesas, gentilmente cedidas pelos nossos vizinhos, o grupo coral “Os Ausentes do Alentejo”.

Com muita animação, música e paparocas preparadas pelos nossos escoteiros, familiares e amigos, a festa foi-se prolongando tarde fora até ao início da noite.









De barriga bem cheia, a plateia deleitou-se com um espectáculo de variedades proporcionado pelas várias divisões etárias, culminando com a estrondosa “Marchinha do 40” que colocou toda a gente a cantar e a aplaudir efusivamente, num misto de emoções positivas!










A inovação da festa ficou por parte dos convidados que, participando no Concurso de Quadras ao S. Pedro, deram mais interactividade a festa! O belo prémio deste concurso era um magnífico, cheiroso e volumoso Manjericoooo!!!... que teve o privilégio de ir para casa com o Sr. João Santos, pai da nossa lobita Cláudia Santos.



Já nos 'finalmentes', a festa terminou com a tradicional exibição do slideshow das actividades anuais do Grupo 40.

E é assim que o 40 vai animando a nossa comunidade!

video


Obrigado a todos que nos apoiaram (e nos apoiam!) e contribuíram para que esta festa se torne possível todos os anos. À C.M. de Palmela, à Chefia Reginal, aos 'Ausentes do Alentejo', à Trazcarnes, ao Talho do Pedro, ao Talho do Poupas, à Panificação S. Tiago e a todos os familiares.